domingo, 8 de abril de 2012

Armazenagem de Materiais


ARMAZENAGEM DE MATERIAIS
A
 armazenagem é constituída por um conjunto de funções de recepção, descarga, carregamento, arrumação e conservação de matérias-primas,    produtos acabados ou semi-acabados.  Pode-se definir a missão da armazenagem como o compromisso entre os custos e a melhor solução para as empresas, e é extremamente essencial no processo logístico.
Objetivos básicos principais:
Ø  Garantia da especificação do produto durante a armazenagem (receber o material e depois devolver nas mesmas condições que recebeu);
Ø  Localização/Acesso dos materiais no armazém (deve-se saber exatamente onde está o material).
Ferramenta fundamental da armazenagem: o Layout.
É a forma como as áreas de armazenagem de um armazém estão organizadas, de forma a utilizar todo o espaço existente da melhor forma possível, verificando a coordenação entre os vários operadores, equipamentos e espaço. O layout ideal é aquele que procura minimizar a distância total percorrida com uma movimentação eficiente entre os materiais, com a maior flexibilidade possível e com custos de armazenagem reduzidos.
O layout deve proporcionar sempre o movimento em linha reta e numa mesma direção. A curva é altamente prejudicial para o processo de armazenagem, até porque ela pode provocar acidentes. Anexo ao layout do armazém deve se considerar ainda duas áreas:

v  a VARANDA/DOCA – área destinada a conferência (recebimento), não é permitido estocar produto nela;

v  a ÁREA DE ACOSTAMENTO – área onde o veículo pára (geralmente, o caminhão baú).
Obs.: Fora essas duas áreas, existe ainda a sala de espera, que é o local entre a DOCA e a ÁREA DE ARMAZENAMENTO. Não é recomendável que a entrada e a saída de cargas/mercadorias sejam feitas pelo mesmo lugar.

      Técnicas de armazenagem:

1) Tecnologia de economia de escala na movimentação – princípio que se baseia no trabalho com o uso do palete (material de madeira usado para armazenar as mercadorias);
2) Tecnologia da continuidade do movimento – aquele operador com ou sem equipamento, mas, que quem começou o movimento termina. Não se trabalha o movimento em divisão com outra pessoa, pois ocorre perda de tempo e risco maior de acidentes;
3) Tecnologia de redução do esforço – cargas com maior peso, maior volume ou maior rotatividade, devem ficar armazenados sempre na parte inferior.

Pontos importantes a serem considerados:
ü  O armazém deve ter o menor número de pisos, ou seja, deve ser preferencialmente térreo para evitar elevadores, deslocamentos, rampas, etc. Como também evitar acidentes de trabalho. Se forem observados e respeitados tais procedimentos da área haverá uma maior visibilidade do armazém.
ü  O número de corredores deve ser o maior possível, para que assim haja uma melhor movimentação.
ü  Os corredores devem estar preferencialmente entre duas prateleiras.
ü  Deve-se armazenar apenas o que conhece, ou seja, saber das características dos produtos ou materiais.

      Principais equipamentos de armazenagem:

1) Palete – é uma plataforma com coberturas que permitem a inserção dos garfos de uma empilhadeira ou paleteira (equipamento de transporte e movimentação);


2) Container – são estruturas geralmente metálicas, de grandes dimensões, que permitem acomodar, estabilizar e proteger certa quantidade de materiais em seu interior -  equipamento que serve também para transporte e movimentação;


3) Gaiola, Mini-container ou Container aramado – trata-se de um rack com telas metálicas nas laterais, permitindo a estabilização de cargas com maior segurança;


4) Racks – são paletes especiais, dotados de colunas metálicas e travessas para estabilização da carga, permitindo seu empilhamento;
5) Pratileiras
                        5.1) Estrutura Porta-Palete – é a paletização da armazenagem;
6) Bags – são uma opção de armazenamento de grandes quantidades de produtos em pó ou grãos.

      Tipos de estrutura porta-palete:

1) Convencional – são estruturas de dois módulos. É indicado para alta rotatividade. Tem um ou dois compartimentos. Atende o varejo;

4) “Drive in” – só serve para armazenar em lote. Indicado para baixa rotatividade. Atende o atacado;

2) “Drive thru” e “Drive thru dinâmico” – a mercadoria/carga é armazenada na estrutura por um lado, e retirada por outro (corredor);
3) “Push back” (empurre-puxe) – não serve para o varejo.
4) “Flow rack” – é uma estrutura porta caixa. É usada para pequenas caixas, e muito usada na   linha de montagem. Não é uma estrutura porta-pálete, mas, se parece muito com o “drive thru”.

12 comentários:

  1. Eu gostei do material que elas postaram, porque está de acordo com o assunto abordado em sala de aula,eu estudando sobre o tema percebi que o armazenamento de materiais no processo logístico traz vários benefícios.
    Os benefícios percebidos com o armazenamento de materiais são classificados como econômico e de serviço.
    Idealmente, um armazém simultaneamente oferecerá benefícios econômicos e de serviço.

    ResponderExcluir
  2. Vale ressaltar que deve ser respeitada as dimensões ideais da área estática (onde está armazenada a carga), da área de operação (onde se armazena e retira a carga) e da área de circulação no intuito de se ter uma plena ordem, organização e segurança no armazém. Portanto para manter a ordem deve-se evitar a entrada e saída de materiais pelo mesmo local.
    Seguindo o princípio das características dos materias, por sinal de bastante importância, frisa-se que nunca devemos armazenar nada do que não se conhece!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pequena correção: na área de operação não se armazena!

      Excluir
  3. Na logística aprendemos a organizar e aproveitar os espaços, procurando sempre reduzir o espaços do percusso, ter movimentação eficiente, facilitar o recebimento e a retirada dos produtos. Seguindo esses fatores teremos uma grande redução de custos na armazenagem e na entrega dos produtos, como também a facilidade de estocagem.

    ResponderExcluir
  4. Como todos nós aprendemos que em Logística tudo é custo, então necessitamos de um amplo conhecimento em amrzenagem para não sofrer grandes prejuizos. E contudo aprendemos como fnciona o processo de armazenagem, desde a entrega da mercadoria passando pela armazenagem e até a retirada da carga. Aprendemos também sobre os equipamentos necessários que fazem o armazem "fluir". Portanto adquirimos o conhecimento necessario para não errarmos e aprendemos também como exatamente um armazem funciona e todos os risco que se pode correr nele. Show de bola esse assunto!

    Atenciosamente. Jhonatas G. Barros

    ResponderExcluir
  5. A armazenagem aparece como uma das funções que se agrega ao sistema logístico. No processo de produção, são gerados estoques de produtos em processo, e, na distribuição, a necessidade de armazenagem de produto acabado é, talvez, a mais complexa em termos logísticos, por exigir grande velocidade na operação e flexibilidade para atender às exigências e as atualizações do mercado.

    Wagner Brito

    ResponderExcluir
  6. Na área de suprimentos é essencial adotar um sistema de armazenagem racional de matérias-primas e insumos. Portanto a importância da armazenagem na logística é que ela leva soluções para os problemas de estocagem de materiais que possibilitam uma melhor integração entre as cadeias de suprimento, produção e distribuição, além de reduzir custos e aumentar a satisfação do cliente.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. A armazenagem de materiais é um tema muito complexo, que envolve diversas áreas da administração interligadas durante o tempo que se armazena um determininado estoque. A ferramenta principal é o layout, o modelo ideal é o que reduz a distância total percorrida durante a movimentação dos produtos, porém é preciso garantir total segurança e controle sobre esta movimentação. Para auxiliar a armazenagem, existe as diversas técnicas de armazenagem e diversos modelos de equipamentos.

    ResponderExcluir
  9. O Material que elas postarma está otimo, mas esse assunto é bastante complexo e jeito de detalhes que se o gestor não presta atenção irá ter prejuizos no futuro. O gestor deve prestar a atenção em 3 pricipios que são os basicos na armazenagem que são chamados de layout, manuseio e caracteristicas do produto ou material que irá ser armazenado.Observando esse 3 pontos basicos com certeza iremos gerir uma armazem da maneira correta.

    ResponderExcluir
  10. A complexidade do sistema de armazenamento não impede que as empresas consigam encontrar um equilíbrio entre as técnicas e equipamentos existentes à uma otimização de custos e qualidade nas operações de armazenagem, desde que façam um estudo para encontar a solução mais viável e que melhor se adapte às características individuais do seu negócio. Conforme já citado no material, é de extrema importância garantir que os objetivos principais sejam atingidos, ou seja , garantir que no armazenamento a integridade e especificação do produto sejam mantidos, e, facilitar ao máximo a localização das mercadorias (endereçamento) e o acesso (mobilidade tanto de equipamentos, quanto de funcionários se for o caso).

    ResponderExcluir
  11. Armazenagem de Materiais é a perfeita disposição das partes de um todo, coordenadas entre si e que devem funcionar como estrutura organizada. No processo de produção, são gerados estoques de produtos em processo, e, na distribuição, a necessidade de armazenagem de produto acabado é, talvez, a mais complexa em termos logísticos, por exigir grande velocidade na operação e flexibilidade para atender às exigências do mercado. E atraves da velocidade existe uns ``ajudantes``, como é citado acima.

    ResponderExcluir